fbpx

O mundo do trabalho encontra-se em meio a um grande processo de mudança, impulsionado por várias forças de transformação: desde a evolução das tecnologias, passando pelo impacto das mudanças climáticas, até as constantes mudanças na produção e no emprego, por exemplo. Ao mesmo tempo em que as novas tecnologias ameaçam muitas vagas, também criam outras. Além disso, os próprios profissionais já não querem mais o mesmo estilo de vida das gerações anteriores.

ORGANIZAÇÃO SOCIAL

O expediente tradicional, marcado por no mínimo 8 horas diárias de trabalho com o seu chefe acompanhando todos os seus passos e relatórios no escritório caminha para a extinção. A conclusão é da pesquisa mundial Future of Work (Futuro do Trabalho) realizada pela ADP com 2 mil funcionários de empresas com 250 ou mais empregados. Brasil e países como Estados Unidos, Canadá, México, Chile, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Austrália, China, Índia e Cingapura estão representados no levantamento que indicou alguns pontos que vão guiar a maneira como se trabalha nos próximos anos, são eles: liberdade, conhecimento, autogestão etc. Você pode saber mais sobre esse tema através do nosso post “Pensamento Industrial X Digital”.

“No mundo em que estamos criando muito rapidamente, vamos ver cada vez mais coisas que se parecem com ficção científica e cada vez menos coisas que se parecem com empregos”, essa fala marcou a palestra de Andrew McAfee ao TED, em 2013. Carros autônomos já são realidade para empresas como a Google e a Uber, que irão ter grandes benefícios econômicos com a tecnologia, o que significa que vamos precisar de menos motoristas de caminhão no futuro, realidade que está cada vez mais próxima a partir da junção de grandes empresas, como a Volvo e Nvidia. Grandes varejistas transnacionais estão automatizando seus estoques e colocando robôs para carregar prateleiras em depósitos, o que significa que precisaremos de bem menos pessoas andando de um lado para o outro nos corredores, como pode ser visualizado no vídeo abaixo:

Esses são apenas alguns exemplos de profissões que terão seus processos transformados. Sendo assim, vamos analisar algumas habilidades essenciais aos profissionais do futuro:

6 HABILIDADES QUE VOCÊ PRECISA PARA O FUTURO DO TRABALHO

1. Criatividade

Os trabalhadores do futuro precisarão ser inovadores para cumprir as necessidades que virão a ser exigidas, como por exemplo: desenvolvimento de novos produtos, criação de métodos de trabalho etc. Atualmente, as máquinas não conseguem competir com os humanos na criatividade. O futuro local de trabalho exigirá novas maneiras de pensar, e a criatividade humana é a chave para isso.

2. Inteligência emocional

Cada vez mais nos afastamos das relações interpessoais, uma vez que já podemos realizar tarefas básicas sem sair de casa, como realizar compras no mercado via delivery, por exemplo. A capacidade de uma pessoa estar ciente, controlar e expressar suas próprias emoções, descreve sua inteligência emocional. Você exibe alta inteligência emocional se tiver empatia, integridade e trabalhar bem com os outros. Uma máquina não pode substituir a capacidade de um humano se conectar a outro ser humano, portanto, aqueles que têm alta inteligência emocional estarão em demanda.

3. Pensamento crítico

Uma pessoa com habilidades de pensamento crítico pode sugerir soluções e ideias inovadoras e resolver problemas complexos usando raciocínio e lógica para avaliar argumentos. Pessoas com forte pensamento analítico serão necessárias para navegar na divisão de trabalho humano / máquina.

4. Julgamento e tomada de decisão

A tomada de decisão humana se tornará mais complexa no futuro. Embora as máquinas e os dados possam processar informações e fornecer insights que seriam impossíveis para os humanos reunirem, os profissionais precisarão tomar decisões reconhecendo implicações mais amplas, como fatores éticos e morais. À medida que a tecnologia retira de cena tarefas domésticas e mais simples, ela deixará os humanos tomarem decisões de mais alto nível.

5. Diversidade e inteligência cultural

À medida que o nosso mundo e os locais de trabalho se tornam mais diversificados e abertos, é vital que os indivíduos tenham as habilidades para entender, respeitar e trabalhar com os outros, apesar das diferenças de raça, cultura, idioma, idade, sexo, orientação sexual, crenças políticas ou religiosas etc. A capacidade de compreender e adaptar-se a outras pessoas que possam ter diferentes formas de perceber o mundo não só melhorará a forma como as pessoas interagem dentro da empresa, mas também tornará os produtos e serviços de uma organização mais inclusivos e bem-sucedidos.

6. Habilidades em tecnologia

A chegada da indústria 4.0 é alimentada por inovações tecnológicas, como a inteligência artificial, big data, realidade virtual, blockchains e muito mais. Isso significa que todos precisarão de um certo nível de conforto em relação à tecnologia. No nível mais básico, os colaboradores na maioria das funções deverão ter conhecimento para acessar os dados e determinar como agir sobre eles. Isso requer algumas habilidades técnicas. Em um nível mais fundamental, todos precisarão entender o impacto potencial das novas tecnologias em sua indústria, negócios e trabalho.

É de extrema importância que a formação básica de crianças e adolescentes seja baseada sobre esses princípios. A Lógica Para Todos vem para oferecer ferramentas para o desenvolvimento de cidadãos capazes de compreender e interagir da melhor maneira com esse novo universo, onde não somos apenas usuários de toda a tecnologia, mas também fazemos parte dela. Conheça-nos, será um prazer estar ao seu lado!

O que achou sobre esse tema? Deixe um comentário abaixo ou entre em contato conosco para conversarmos! 😉

Fonte: Forbes

Photo on Visual hunt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *